Nossa história

history
No dia 27 de junho de 1902, Elias Gunnell, Charles West e Lynford Geer inauguraram a Manitowoc Dry Dock Company, que empregava 90 funcionários na construção e reparo de navios de madeira. Provavelmente, eles não reconheceriam a empresa nos dias de hoje, mas reconheceriam seus valores, que seguem verdadeiros mesmo depois de mais de cem anos.

Com o perspicácia e o espírito empreendedor que se tornaram marcas da Manitowoc, a empresa construiu suas instalações de fabricação de aço e começou a construir navios de aço apenas dois anos mais tarde. Em 1910, o nome da empresa passou a ser Manitowoc Shipbuilding and Dry Dock Company.

O início do século XX foi uma época tumultuada para o setor de construção naval. Em um momento de instabilidade para a economia dos EUA, a Manitowoc precisava tirar vantagem de qualquer oportunidade de crescimento. Em 1925, o CEO Charles West começou a construir guindastes de forma terceirizada para a Moore Speedcrane Company, em um movimento que marcou o início de nosso legado de fabricação de guindastes de nível mundial. Devido a sua diversificada linha de produtos e serviços, a Manitowoc foi o único estaleiro da região dos Grandes Lagos a sobreviver as dificuldades financeiras representadas pela economia do país na década de 1930.

Após essa década, os negócios voltaram a aquecer e a Manitowoc começou a contratar trabalhadores que vinham de estados distantes como Minnesota e Michigan. Em meados de 1944, surgiram os primeiros planos de criar uma terceira linha de negócios que complementaria as atividades de construção naval e de guindastes.

Em 1945, foi inaugurada a Equipment Works, para a criação de produtos como caminhões refrigerados e equipamentos de lavanderia. A Equipment Works passaria a ser, posteriormente, o segmento Manitowoc Foodservice, que fornece máquinas de gelo e outros equipamentos de cozinha para o setor comercial e, sete anos depois, passaria a ser uma empresa separada. Em 1952, a Manitowoc Shipbuilding Company celebrou seu 50o aniversário e nos tornamos oficialmente a The Manitowoc Company.

A Manitowoc deu início à sua expansão global na década de 1960, quando o leste europeu se tornou um mercado em expansão para equipamentos de construção dos EUA.

Em meados de 2000, a Manitowoc anunciou a aquisição, no valor de US$ 300 milhões, da Potain, uma fabricante de guindastes de torre. Com a Potain como parte da família Manitowoc, acrescentamos unidades de fabricação na França, Alemanha, Itália, Portugal e China.

Em 2002, a Manitowoc Cranes adquiriu a Grove Cranes, uma fabricante de guindastes telescópicos móveis. As unidades de fabricação da Grove em Shady Grove, no estado da Pensilvânia (EUA), e Wilhelmshaven, na Alemanha, expandiram consideravelmente nossa capacidade de fabricação.

Desde o início como Manitowoc Dry Dock Company até os dias de hoje, a Manitowoc evoluiu e se tornou uma empresa de sucesso e independente do setor de guindaste, o que nos permite focar nossas energias e recursos para ser “uma equipe global de guindastes”. Essa é a próxima etapa da nossa jornada, que reflete o que sempre fizemos — adaptar-nos às circunstâncias em constante mudança para nos manter fortes e crescer, além de agregar valor aos acionistas.
 Processing Request